Sexta-feira, 30 de Junho de 2006

Entre o hospital e a casa.

 

 

Nestes dias a passar pelos corredores do hospital, a entrar no quarto, a falar e a animar e a ser animado, a ajudar nos pequenos gestos de sobrevivência, fica-me o horizonte mais pequeno; ou mais largo.

Nestes dias entre o hospital e a casa de ocasião o pensamento é uma mola que encolhe, mais do que salta: ó mano, vamos a uma sardinhada a Matosinhos?

publicado por João de Mello Alvim às 17:15

link do post | favorito
|
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Julinha lá foi.

. Não sr. Primeiro Ministro...

. Mas isto que interessa ao...

. Lembras-te do Vital de Co...

. A versão da "esquerda mod...

. O crime não compensa?

. O que o sr. Almeida vê ao...

. As castas

. Vale tudo para impor resp...

. Entre o hospital e a casa...

.arquivos

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Maio 2007

. Junho 2006

. Setembro 2005

. Junho 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds