Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

Lembras-te do Vital de Coimbra?

 
 
Lembras-te do Vital de Coimbra, mano? Pois agora, juntamente com o José Lello do Boavista, formam a irmandade dos arautos praticistas da facção direitista do PS. O homem pare posts e artigos que até ficamos vesgos. Lá terá as razões dele para as arengas. O maná dos pareceres? Não sei! Sei é que é na prosa e nos métodos que o subtexto se liberta e e melhor se vê que continua visceralmente estalisnista.
Na defesa do desvio revisionista deste PS dito “moderno”, o homem, treinado que foi na manipulação, na agitprop, vem em defesa de reformas que ninguém de esquerda põe em causa, tentando iludir que o modelo seguido, em vez de ser estudado, discutido e testado para ser aperfeiçoado e lançado – contra as corporações a que ele próprio pertence – é apenas guiado por uma preocupação: poupar dinheiro à custa dos que menos têm e à custa do constante espremer da classe média.
Provincianamente colocado atrás da cátedra – ou a veia estalinista a latejar? Ou as duas coisas mano, porque eles, os ex-PC´s são como os seminaristas, ficam sempre com a marca - considera que são favores à direita – qual? - a indignação e a luta contra as medidas economicistas do governo; contra a falta de um rumo politicamente e à esquerda substanciado; as lutas contra a asfixia ideológica e debate dentre deste PS de yes men.
Aplaudindo e rangendo os dentes pelas “reformas”, o Vital esquece-se, por exemplo, que uma política verdadeiramente de esquerda, devia começar pela reforma dos ministérios que estão a fazer as reformas. Reformas a começar pelos gabinetes, delegações, grupos de trabalho e comissões e similares que estão infestados pela rapaziada do centrão que domina a política portuguesa há trinta anos. Será que aqui e que está o calcanhar de Aquiles do homem? Não havendo reformas dentro dos instrumentos reguladores, os decretos vão atropelando os despachos, esta legislação vai atropelar aquela e criando malhas: resultado, “reformas” de secretaria e pedidos de parecer aos molhos…e como se sabe a maioria dos sonantes ex-PC´s não brinca em serviço…olha o Pina Moura, olha o Judas, olha o prof. Dr. Vital.
publicado por João de Mello Alvim às 12:18

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Julinha lá foi.

. Não sr. Primeiro Ministro...

. Mas isto que interessa ao...

. Lembras-te do Vital de Co...

. A versão da "esquerda mod...

. O crime não compensa?

. O que o sr. Almeida vê ao...

. As castas

. Vale tudo para impor resp...

. Entre o hospital e a casa...

.arquivos

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Maio 2007

. Junho 2006

. Setembro 2005

. Junho 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds