Quarta-feira, 26 de Março de 2008

A Julinha lá foi.

 

Já a viste? Não? Pois, a Julinha lá se foi. 93 anos, 8 a definhar com o “amigo polaco” (Alzheimer).

Agora estamos a barreira da frente. Ela era a mais velha. Agora estamos nós, os filhos e alguns sobrinhos. Outros filhos e outros sobrinhos estão atrás.

Em Pedroso, como costumo fazer e ainda não te disse, fui ao simbólico do teu lugar. Não gosto daquela foto, mas paciência.

No cemitério fui ainda encontrado por um colega da escola primária, 45 anos depois…o Domingos, disse-me o teu irmão que me ligou e me mandou um desenho que te fizeram. Não sei quem assina, hei-de perguntar-lhe.Para já fica na galeria.

Quem a Cila mãe encontrou foi o Zé Manel do colégio.Lembras-te. Não sabia e ficou, de lágrimas nos olhos, chateado por teres partido e não dizeres nada

 

publicado por João de Mello Alvim às 17:36

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Julinha lá foi.

. Não sr. Primeiro Ministro...

. Mas isto que interessa ao...

. Lembras-te do Vital de Co...

. A versão da "esquerda mod...

. O crime não compensa?

. O que o sr. Almeida vê ao...

. As castas

. Vale tudo para impor resp...

. Entre o hospital e a casa...

.arquivos

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Maio 2007

. Junho 2006

. Setembro 2005

. Junho 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds