Segunda-feira, 6 de Junho de 2005

O sim e o não



O aquecimento do debate sobre o referendo ao Tratado de Constituição Europeia, torna nítido o isolamento dos directórios partidários em relação “ao povo” que dizem representar. Mais ainda o comprometimento da maioria dos analistas, ou “formatadores de opinião”, em relação aos interesses instalados.
Destes últimos não falo, por higiene, do faroleiro-mor Carlos Magno – finalmente com espaço mediático para se ver, ouvir e ler, enquanto pergunta: espelho meu, espelho meu, quem é o…-, nem do Luís Delgado, o mais insonso e militarista deles. Falo dos outros que se esganiçam e apontam o caos, a seguir ao NÃO. Sugerem mesmo adiamentos, a aprovação pelos parlamentos ou o repetir da votação. Tudo em nome da democracia. Como, passe a comparação, o bombardeamento do Iraque (ó Luís Delgado, que vergonha reler a suas crónicas a gozar com o sr.Blix ..).
Porque é que este molho de medíocres não consegue entender que o exercício da democracia é, antes, um exercício de pedagogia? Porquê, em vez de ameaçar com o caos, ou tentar desacreditar, como faz o João Cravinho, que escreve: se nomes como o de Pacheco Pereira, Jerónimo de Sousa, Miguel Portas e Ribeiro e Castro, defendem o não, “o não é um vazio”? (Como se isto, eng. Cravinho, fosse argumento…olhe para o interior do seu partido! E se eu lhe dissesse que as medidas tomadas por um partido que acolhe os Narcisos Mirandas, os Jaimes Gamas, os Pinas Mouras, os Judas (José Luís), etc, só podem servir a direita dos interesses?)
Pois é mano, eu cá por mim, antes de tomar posição, vou informar-me e depois, pese as sentenças da nata dos directórios (partidários ou da Comunicação Social que serve directórios partidários e económicos), vou decidir por mim.




publicado por João de Mello Alvim às 17:22

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Julinha lá foi.

. Não sr. Primeiro Ministro...

. Mas isto que interessa ao...

. Lembras-te do Vital de Co...

. A versão da "esquerda mod...

. O crime não compensa?

. O que o sr. Almeida vê ao...

. As castas

. Vale tudo para impor resp...

. Entre o hospital e a casa...

.arquivos

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Maio 2007

. Junho 2006

. Setembro 2005

. Junho 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds