Quinta-feira, 25 de Março de 2004

50 gramas

Tinha-te dito que andava a encenar uma peça (muito mal tratada) do Raul Brandão. Não a estreamos pelas razões que sabes, mas fizemos um ensaio assitido no dia que seria para a estreia. Ainda pisavas o chão.
Finalmente, com os problemas mais ou menos resolvidos, vamos estrear. Voltei ao autor. Descobrir mais para dar mais. E não é que durante as limpezas das estantes, com os livros ainda mais dessarumados do que é costume - nada que se compare com o teu "estaminé"...-, fui dar com uma segunda edição do 1º volume de memórias do homem?
Uma delícia. pequenas histórias, melhor, estórias, de um tempo fundamental:o princípio do século.
Hoje deixo-te o final de uma dessa histórias, em que um tal António Bandeira - não conheço, e tu?-, por "blague", dizia ao Pinheiro Chagas:"ninguém devia ter mais do que 50 gramas de princípios"...E sabias que, segundo o Raul Brandão, "o Eça usou bentinhos ao pescoço. Vi-os eu, que dormi por diferentes vezes com ele no quarto...""

________________________________________________Jó
publicado por João de Mello Alvim às 22:15

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Julinha lá foi.

. Não sr. Primeiro Ministro...

. Mas isto que interessa ao...

. Lembras-te do Vital de Co...

. A versão da "esquerda mod...

. O crime não compensa?

. O que o sr. Almeida vê ao...

. As castas

. Vale tudo para impor resp...

. Entre o hospital e a casa...

.arquivos

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Maio 2007

. Junho 2006

. Setembro 2005

. Junho 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds