Domingo, 7 de Março de 2004

Obrigado mano

Se o tempo é este que bebemos e desperdiçamos quando estamos saciados,o tempo é também este vazio que fica depois de se fechar um livro quanda a leitura ainda estava a meio. É um tempo de iluminação, quente, longo e crepuscular - como a luz de (fim de tarde em)Agosto. E tu apareces, com a tua gargalhada que nos lê o fundo dos olhos, e um livro para trocar e iniciar nova leitura.
Brindo por ti um tinto encorpado.Recosto-me,com o anelar abro a capa dura; molho com saliba a ponta do polegar e mergulho na luz de Agosto.Obrigado mano e boa viagem.___________
_____Jó
publicado por João de Mello Alvim às 17:07

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 7 de Março de 2004 às 21:47
Gostei do teu blog.
A escrita promete.
FelicidadesAlma de Poeta
(http://www.binoculodopicoalto.blogs.sapo.pt)
(mailto:Mulher_Mariense@sapo.pt)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Julinha lá foi.

. Não sr. Primeiro Ministro...

. Mas isto que interessa ao...

. Lembras-te do Vital de Co...

. A versão da "esquerda mod...

. O crime não compensa?

. O que o sr. Almeida vê ao...

. As castas

. Vale tudo para impor resp...

. Entre o hospital e a casa...

.arquivos

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Maio 2007

. Junho 2006

. Setembro 2005

. Junho 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds